Palestras- Julho 2012

Palestra realizada no dia 28/07/2012                                       

 

Análise da obra:"Vi novamente Udnie..."

de Francis Picabia

 

 

Em breve, leiam mais alguns trechos

de José Ortega y Gasset! 

 

 

 

Palestra realizada no dia 21-07

 

Análise da Obra : "A Mulher de Azul"

de Fernand Léger

 

Em breve, leiam mais alguns trechos

de José Ortega y Gasset! 

 

 

 

 

Palestra realizada no dia 14-07

 

Análise da Obra "Violino e Cântaro"

de Georges Braque

 

 

 

 

 

 

 

Leiam algumas outras idéias

de José Ortega y Gasset:

 

“Não discutamos agora se é possível esta arte pura. Talvez não seja; porém as razões que nos conduzem a essa negação são um pouco longas e difíceis. Mais vale, pois, deixar intacto o tema. Ademais, não é tão importante para o que agora falamos. Embora seja impossível uma arte pura, não há dúvida alguma de que cabe uma tendência à purificação da arte. Essa tendência caberá a uma eliminação progressiva dos elementos humanos, demasiadamente humanos que dominavam na produção romântica e naturalista. E, nesse processo, chegar-se-á um ponto em que o conteúdo humano da obra será tão escasso que quase não se verá. Então teremos um objeto que pode ser percebido por quem possua esse dom peculiar da sensibilidade artística. Seria uma arte para artistas, e não para a massa dos homens; será uma arte de casta e não demótica.” José Ortega y Gasset, A Desumanização da Arte

 

 

Palestra realizada no dia 07-07

 

Análise da Obra "Nu" de Pablo Picasso:

 

Ouçam trechos da palestra|:

 

Trecho 01

Trecho 02

 

 

Leiam algumas idéias

de José Ortega y Gasset:

 

“A forma primitiva de uma maçã é a que esta possui quando nos dispomos a comê-la. Em todas as demais formas possíveis que adote - por exemplo, a que o artista de 1600 lhe deu, combinando-a em um barroco ornamento, a que apresenta uma adega de Cézanne ou na metáfora elementar que faz dela um pomo de mulher- conserva mais ou menos aquele aspecto original. Um quadro ,uma poesia onde não restasse nada das formas vividas seriam ininteligíveis, ou seja, não seriam nada, como nada seria um discurso onde de cada palavra se tivesse extirpado a significação habitual.” José Ortega y Gasset,

A Desumanização da Arte

Home » Exposições » Outros Eventos » Palestras- Julho 2012